Cidade em uma colina
CRÉDITO: FRANCISCO ROMAN / SHOWTIME
"City on a Hill" foi renovada para uma segunda temporada no Showtime. O anúncio foi feito sexta-feira na turnê de imprensa da Associação de Críticos de Televisão.

A notícia chega antes do final da 1ª temporada, que será transmitido em 18 de agosto. A série é estrelada por Aldis Hodge, Kevin Bacon, Jonathan Tucker, Mark O'Brien, Jill Hennessy, Lauren E. Banks, Amanda Clayton e Kevin Chapman. , Jere Shea e a atriz convidada Sarah Shahi.

Foi criado e é produzido executivo por Chuck MacLean, com Tom Fontana atuando como showrunner e produtor executivo. De acordo com a Showtime, a série tem uma média de 3,5 milhões de espectadores por episódio na visualização multiplataforma.

"' City on a Hill ' é esse tipo de show viciante e confuso que amamos no Showtime", disse Gary Levine, co-presidente de entretenimento da Showtime Networks. "Com o emparelhamento inspirado de Kevin Bacon e Aldis Hodge e os escritos inspirados de Tom Fontana e Chuck MacLean, acreditamos que há um futuro rico para esta série atraente."

A série se passa no início dos anos 90 em Boston, repleta de criminosos encorajados pelas agências policiais locais nas quais a corrupção e o racismo eram a norma. Nesse relato fictício, o promotor assistente Decourcy Ward (Hodge) chega do Brooklyn e forma uma aliança improvável com um veterano corrupto e venerado do FBI, Jackie Rohr (Bacon). Juntos, eles enfrentam uma família de ladrões de carros blindados de Charlestown em um caso que cresce para envolver e, finalmente, subverter todo o sistema de justiça criminal de Boston.

Junto com MacLean e Fontana, "City on a Hill" é produzido por Jennifer Todd, Ben Affleck, Matt Damon, Michael Cuesta, Barry Levinson e o produtor James Mangold. Bacon e Jorge Zamacona atuam como produtores co-executivos. Showtime produz.

A Showtime também anunciou que assumiu o compromisso da série com um drama baseado no livro de Lisa Taddeo, “Three Women (Três Mulheres)”.

Com base em anos de reportagem, o livro retrata o desejo erótico na América de hoje, expondo a fragilidade, complexidade e desigualdade do desejo feminino.

"Neste momento em que as relações de gênero estão sob profundo reexame e introspecção, Lisa Taddeo escreveu o livro do momento", disse Jana Winograde, co-presidente de entretenimento da Showtime Networks. "O trabalho dela se encaixa perfeitamente com a sensibilidade do Showtime em explorar questões provocativas e significativas na tela, e estamos fora de si de empolgação em fazer parceria com Lisa para explorar esses personagens e temas".

Taddeo produzirá e escreverá executivo para a série. Contribuiu para a revista New York, Esquire, Elle, Glamour, entre outras publicações. Sua não-ficção foi incluída nas antologias Best American Sports Writing e Best American Political Writing, e seus contos ganharam dois prêmios Pushcart.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem