Header Ads

Últimas Noticias

Review: STRIKING OUT - Episode #1.1 (2017)


Sinopse:
Quando Tara descobre que seu noivo e colega advogado Eric está traindo com um colega, ela deixa ele e seu prestigiado escritório de advocacia para criar sua própria clínica especializada em direito de família e divórcio. Trabalhando ao lado de sua nova equipe, incluindo mentor e amigo Vincent e guru da tecnologia e detetive particular Meg, casos de Tara vai colocá-la em conflito direto com as famílias influentes e o estabelecimento legal e política, bem como desafiar seus próprios costumes pessoais.

Crítica:

Tara Rafferty (Amy Huberman) deixa sua festa de solteira porque sente falta de seu noivo e o encontra na cama com outra mulher. Ela decide que quer um novo começo, apesar do significado de deixar a maior firma de advocacia da cidade e começar a trabalhar sozinha.

Ela se torna amigo de um dono de uma cafeteria, que empresta seu escritório nos fundos para ela começar a trabalhar mas nada funciona como ela espera tanto em sua vida pessoal com seu ex-noivo como também profissionalmente ela agindo de forma independente como advogada

A atuação de Amy Huberman como Tara Rafferty é muito boa, basicamente o elenco todo trabalha muito bem dentro do seu hemisfério, porém a narrativa por ela ser lenta e um pouco maçante não entrega o necessário para ela se destacar de ouras séries do mesmo gênero.

É uma série irlandesa que até no inicio do episódio de 51 minutos começou bem porém como a se arrastar durante o episódio, onde ele leva a uma conclusão tão fraca que não dá muita vontade em continuar acompanhando durante toda esta trajetória.

Classificação Final: 2/5

Nenhum comentário