Header Ads

Últimas Noticias

Margot Kidder, Lois Lane de "Superman", Morre aos 69 anos


Margot Kidder, a atriz mais conhecida por interpretar Lois Lane ao lado de Christopher Reeve nos filmes originais de “Superman”. Ela morreu aos seus 69 anos.

A atriz morreu enquanto formia em sua casa no domingo em Livingston, Montana, sua publicitária Camilla Fluxman Pines confirmou à Variety.

Nascida em 17 de outubro no Canadá, Kidder começou em filmes canadenses de baixo orçamento e programas de TV antes de conseguir um papel em "Quackser Fortune Has a Cousin in the Bronx", de 1970, contracenando com Gene Wilder. Mais tarde, ela apareceu em "Irmãs Diabólicas", de 1972, "Quando as Águias se Encontram", com Robert Redford, e "O Horror Amityville", de 1979.

Ela ganhou destaque como Lois Lane, a premiada jornalista do Planeta Diário e o interesse amoroso de Clark Kent em todos os quatro filmes do “Superman” de 1978 a 1987.

Kidder, que foi diagnosticada com transtorno bipolar, sofreu alguns reveses na carreira após um colapso nervoso em público em 1996. Ela continuou atuando em papéis menores em séries de TV, incluindo "Smallville", "Brothers & Sisters" e "The L Word" nos anos 2000. Kidder também atuou no palco, incluindo a produção de 2002 da Broadway de "The Vagina Monologues".

Kidder tornou-se cidadã dos EUA em 2005 e viveu em Montana até a sua morte. Com sua cidadania, Kidder foi ativista e desafiou a Guerra do Iraque. Ela foi presa na Casa Branca em 2011 durante um protesto contra a construção de um oleoduto de Alberta ao Texas.

Ela ganhou um Daytime Emmy Award em 2015 por seu papel no programa infantil "R.L. Stine's Haunting Hour.

Kidder se casou e se divorciou três vezes. Ela só teve um filho com seu primeiro marido, o romancista Thomas McGuane. Sua filha, Maggie, nasceu em 1976. Kidder casou com o ator John Heard em 1979 por seis dias. Mais tarde, ela foi casada com o diretor francês Philippe de Broca de 1983 a 1984. Kidder tem dois netos.

A conta da DC Comics no Twitter prestou homenagem, escrevendo: “Obrigado por ser a Lois Lane com a qual muitos de nós crescemos. Descanse em Paz, Margot Kidder."

Mark Hamill escreveu: “Na tela, ela era mágica. Fora da tela, ela era uma das mulheres mais gentis, doce e carinhosa que eu já conheci. Eu vou sentir sua falta, Margo Kidder. Seu legado viverá para sempre."

Nenhum comentário